mudança de material – os mesmos hábitos !

 

Nas últimas decadas muitas pessoas passaram a utilizar tinta plástica, directamente sobre rebocos antigos e que durante anos e anos tinham apenas sido caiados.

Não conseguiram porém um resultado melhor. 

As camadas de cal que cobrem as paredes acabam por fazer a tinta saltar.  Além disso passaram a ter o problema dos fungos e bolores que se desenvolvem nas tintas plásticas e na cal não.

reboco antigo onde foi aplicada tinta plástica

 

Quando se lhes pergunta porque  começaram  a “caiar a tinta” (*)  muitas vezes dizem, que é porque a tinta dura mais,  não é preciso caiar todos os anos e cal já é difícil de encontrar

Mas como as camadas de cal que revestiam o reboco acabam por rejeitar a tinta e as paredes aparecem com bolor e sujam-se, acabam por todos os anos repetir “a caiação” com tintas plásticas !  

É que estas pessoas estavam habituadas a ver as casas sempre brancas, e o hábito de caiar é também um ritual. de purificação, renovação e limpeza, muito entranhado.

E curioso é também o facto de continuarem a usar os vassouros da cal, mas agora para pintar com tinta.

Em muitas paredes é de todo impossível usar o rolo porque este faz as camadas de cal estalar e  saltar da parede,  agarrando-se ao rolo e dificultando a pintura.

Ainda outro aspecto curioso é utilizarem um pouco de tinta mais grossa para taparem os buracos da parede, á semelhança do que era possível e lógico fazer com a cal !

Aqui se vê que os materiais mudam muito mais rápidamente que as técnicas e os hábitos!  E que os novos materiais nem sempre são a solução para construções antigas.

parede antiga, depois de retirada a tinta plástica a cal estava cheia de fungos

  

(*) “caiar a tinta” = caiar com tinta

é uma expressão que ouvi várias vezes e que significa  pintar com tinta, mas é comum ouvir a palavra caiar mesmo  quando se referem à acção de pintar com tinta.

 
 
página seguinte

3 Responses to “– “caiar a tinta””


  1. 1 E J Kovács
    10/03/2011 às 12:11

    Há remédio para esses paredes?

  2. 2 E Kovács
    10/03/2011 às 12:54

    ..no sentido de repor a saúde, escapar do bolor, fixar o parede. Com que é que se deve corrigir?

  3. 3 Rodriggo
    18/12/2011 às 4:30

    Olá. Há no Brasil uma técnica tradicional de reversão de tintas plásticas para a cal que dispensa a raspagem da camada plástica.

    Trata-se de misturar sabão em pedra derretido OU urina ao leite de cal na hora da caiação.

    A proporção é de uma barra de sabão em pedra (hoje comumente vendido em 4 barras menores) para 200 litros de tinta de cal. A proporção da urina é de 1 litro para 200 litros de cal.

    Funciona bem. Com o tempo a cal cria os poros na camada plástica e a parede volta a respirar.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: